Escritório Contábil Líder


Notícias - Produtor rural: Evite problemas com emissão de nota fiscal de inscrições não recadastradas

Data: 31/08/2018

Até o dia 31 de julho de 2018, todo produtor rural tinha que fazer o recadastramento digital na SEFIN. A partir de janeiro de 2018, as emissões de nota fiscal para o produtor rural passaram a ser apenas digital.

O produtor rural que não fez este recadastramento ainda pode enfrentar problemas quando comprar algum produto fora do estado, por exemplo.

É preciso também ter atenção redobrada nos casos em que o produtor rural tem mais de uma inscrição na SEFIN. Nestes casos, pode acontecer de o produtor fazer o recadastramento de algumas inscrições, mas não de todas. No caso de este proprietário rural fizer uma compra usando uma inscrição não atualizada, ele poderá ser autuado. Esse problema é comum ocorrer com produtores rurais que possuem arrendamentos, por exemplo.

Por isso, é preciso ter cautela redobrada. Se o produtor rural tiver mais de um arrendamento ou mais de uma propriedade, ele precisa certificar-se de que todas as inscrições foram recadastradas.

E outra coisa que o produtor rural deve se lembrar é de cancelar a inscrição na SEFIN quando o prazo de arrendamento terminar.


ATENÇÃO: O fato de o produtor rural estar emitindo nota fiscal eletrônica, não quer dizer que ele esteja recadastrado. A emissão de nota eletrônica e o recadastramento são duas coisas distintas. Por isso, ao emitir sua nota, certifique-se que esteja emitindo o documento na inscrição recadastrada na SEFIN. Ou, se não estiver recadastrada, recadastre-se.

Equipe Líder


Receba Notícias Exclusivas diretamente no seu e-mail

Subir ao topo WhatsApp